top of page
  • Foto do escritorLucas Lima

A história d'As Frenéticas

Grupo nasceu dentro de uma discoteca a partir de uma ideia de Nelson Motta


Foto: Reprodução

As Frenéticas foi um grupo musical fundado em 1976 e que mudou o cenário da música nos anos 80, mas você sabe como tudo começou?


O ano era 1976 e o jornalista, compositor e produtor musical Nelson Motta inaugurou a discoteca Frenetic Dancing Days em um badalado shopping na Gávea, no Rio de Janeiro. Porém, a ideia de Nelson era que o local fosse um pouco além das tradicionais discotecas que fervilhavam na cidade. Ele queria que as garçonetes fizessem um número musical no meio da noite, de surpresa.


Sandra Pêra, cunhada de Motta e irmã da renomada atriz Marília Pêra, abraçou a ideia e trouxe para o grupo algumas amigas: Regina Chaves, Leiloca e Lidoka. Dhu Moraes e Edyr de Castro foram as duas que entraram posteriormente.


Que a ideia era boa, todo mundo sabia. O que não era do conhecimento de ninguém era o estrondoso sucesso que aquele grupo de mulheres fariam no país inteiro. O combinado era um número musical de no máximo cinco músicas e os ensaios foram feitos sob o comando do guitarrista Roberto de Carvalho, que estava no início do duradouro relacionamento que teve com Rita Lee.


Algumas mesas servidas depois e energéticos números musicais (a boate, de fato, durou apenas 4 meses), As Frenéticas foram projetadas para o mundo e lançaram hits que eram obrigatórios em praticamente todas as festas na década de 80.


Em 2018, Dhu Moraes e Sandra Pêra subiram ao palco para registrarem o show “Duas Feras Perigosas”, uma celebração ao período de ouro d'As Frenéticas.



A WePlay é uma plataforma de streaming de shows brasileiros que acredita na diversidade da música nacional e na importância das informações e dos créditos para os artistas. Conheça mais sobre o serviço em weplaymusic.tv.br.




Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page