top of page
  • Foto do escritorLucas Lima

Lobão não gostou da versão de Marina Lima para "Me Chama"? Saiba a história da canção

Música foi gravada pelos dois, em duas versões diferentes, no ano de 1984

Cantor Lobão
Lobão em foto de Anatole Klapouch

A música "Me Chama" é um clássico do rock brasileiro. Composta por Lobão, foi lançada primeiramente por Marina Lima, em 1984. Existe o boato de que Lobão não gostou da versão de Marina para a canção. Será que é verdade?


Para entendermos o fato, é preciso irmos até o contexto da composição da faixa. Lobão escreveu "Me Chama" em um dos momentos mais tristes de sua vida. A mãe dele tinha acabado de falecer e sua então namorada, Alice Pink Pank, decidiu ficar com a família na Holanda após o falecimento do pai. Em um momento de total solidão, tristeza e saudades, nasceu uma das composições mais famosas do cantor.


Lançada por Marina Lima no álbum "Fullgás", de 1984, a música foi um sucesso absoluto. Porém Lobão, que participou ativamente da gravação (tendo em vista que gravou a bateria), não concordou com o arranjo, que deu um tom mais pop e romântico para a faixa. Segundo o velho lobo, a música era sobre sofrimento, sendo assim, certas partes da música também tinham que ser cantadas com mais intensidade, o que não aconteceu através da interpretação "aveludada" de Marina.


Lobão então gravou a sua própria versão para a música, também em 1984. A canção chegou aos ouvidos do público no álbum "Ronaldo Foi Pra Guerra" e, mais uma vez, fez um estrondoso sucesso.


Na WePlay você assiste a uma imponente apresentação da faixa no show "Lobão Elétrico: Lino, Sexy & Brutal", com a presença mais do que especial de Luiz Carlini na guitarra.


Experimente já essa nova forma de (re)lembrar os seus shows favoritos!



109 visualizações
bottom of page