top of page
  • Foto do escritorLucas Lima

A história de Zeca Pagodinho na música

Cantor e compositor que começou a carreira nos anos 80 completa 64 anos em Fevereiro

Zeca Pagodinho no show De Santo Amaro a Xerém
Zeca Pagodinho em foto de Daniela Nader

Que Zeca Pagodinho é uma das figuras mais amadas do Brasil, todo mundo já sabe. Mas são poucos que conhecem a trajetória do músico que completa 64 anos de idade no próximo quatro de Fevereiro. Nascido no bairro do Irajá (RJ), Zeca é um apaixonado pela música desde muito cedo e antes de ser considerado como um profissional na área teve muitas outras profissões.


Passou a frequentar rodas de samba na infância e, a partir da década de 70, deixou a escola para trabalhar como feirante. Também já foi camelô, office-boy e anotador de jogo do bicho.


Sua primeira composição foi gravada apenas em 1983. Trata-se de "Amargura", lançada no segundo disco do grupo Fundo de Quintal. O sucesso da faixa levou à Zeca o status de versador requisitado. Dele, Beth Carvalho gravou "Camarão que Dorme a Onda Leva"

enquanto Alcione deu voz à "Mutirão do Amor".


O primeiro disco solo de Zeca, homônimo, chegou às lojas em 1986 e até hoje vendeu mais de um milhão de cópias. Em 2002, o músico foi agraciado com um Grammy Latino na categoria "Melhor Álbum de Samba" com "Deixa a Vida Me Levar".


Aqui na WePlay você assiste ao histórico show "De Santo Amaro a Xerém", onde Zeca se reúne em palco com Maria Bethânia em uma troca de sucessos incrível.






3.225 visualizações

Komentáře


bottom of page